Policiais civis cobram salários atrasados com ato e protesto na Delegacia Geral

03/01/2018 19h13 - Autor: Assessoria de Imprensa - Fonte:
Os policiais civis voltaram a se reunir na Delegacia Geral, nesta quarta-feira (3), para cobrar o pagamento dos salários atrasados. A categoria também protestou contra uma decisão judicial que determinou a prisão daqueles que participam das mobilizações.
 
Durante todo o dia, Agentes e Escrivães se concentraram na sede da Polícia Civil e chegaram a levar algemas para o caso de serem presos. 
 
"Apesar de não termos sido notificados oficialmente da decisão judicial, fomos informados pela Delegacia Geral de que havia a determinação de prisão. Então, viemos nos apresentar e esperar a ordem de prisão, pois não podemos retomar a normalidade dos serviços sem termos recebido nossos salários atrasados", destacou Nilton Arruda, presidente do SINPOL-RN.
 
A categoria ressalta que não está realizando movimento grevista e em nenhum momento foi deflagrada paralisação. "Nós queremos trabalhar. Estamos e sempre estivemos dispostos a isso. No entanto, a Delegacia Geral, a Secretaria de Segurança, o Governo do Estado e a própria Justiça precisam dizer como podemos trabalhar sem termos dinheiro nem mesmo para alimentação".
 
Pela manhã, o SINPOL-RN teve uma reunião com a delegada-geral da Polícia Civil, mas não houve nenhum avanço na resolução do problema salarial. À tarde, outra reunião foi realizada na Degepol e, logo na seqüência, a diretoria do Sindicato foi convocada para um encontro com a secretária de Segurança Pública.
 
Nilton Arruda informa aos policiais civis que os detalhes dessa reunião na Sesed serão repassados durante assembleia da categoria nesta quinta-feira, dia 4 de janeiro, a partir das 8h, na própria sede do Sindicato, em Natal.
 
"A titular da Sesed nos passou algumas informações sobre situações que devem acontecer nesta quinta-feira. Então, esperamos mais uma vez a participação em massa dos Agentes e Escrivães na assembleia que teremos nesta quinta-feira, pois precisamos estar informados e também deliberar sobre o futuro da nossa mobilização", completa o presidente do SINPOL-RN.
 
Edilza Faustino, vice-presidente do Sindicato, parabeniza a todos que se fizeram presentes no ato desta quarta-feira. "Sem dúvida, foi um dia histórico para os policiais civis do Rio Grande do Norte. Mostramos ao povo potiguar nossa força e cobramos o respeito que merecemos ter por parte dos gestores. Não podemos aceitar trabalhar sem salário, em regime quase que de escravidão. Essa é a mensagem que nossa mobilização tem deixado. Por isso, estão todos de parabéns".
 
Ela ainda agradece ao apoio que os policiais civis têm recebido da sociedade, seja através de manifestações na imprensa ou nas redes sociais, bem como de outras categorias de servidores públicos e também de advogados representantes da OAB-RN que estiveram presentes ao movimento desta quarta-feira e participaram das reuniões com o SINPOL-RN.
 

Galeria de Fotos

PARCEIROS
PARCEIROS

Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN - SINPOL/RN

Natal: Av. Rio Branco, 825 - Cidade Alta - CEP 59025-003Telefone: (84) 3344-4990 | (84) 3344-4991 | (84) 3344-4992 | (84) 3222-7779

Mossoró: Rua Adauto Pinheiro, Nº 134 - Nova Betânia - CEP 59603-180Telefone: (84) 3316-5636

Horário de funcionamento: 08h às 17h

E-mail: sinpolrnadm@gmail.com