Servidores da Segurança realizam ato em frente à Governadoria

10/07/2017 08h30 - Autor: Assessoria de Imprensa - Fonte:
Servidores que atuam na Segurança Pública do Rio Grande do Norte e dos municípios se reuniram, na manhã desta sexta-feira (7), em uma assembleia geral em frente à Governadoria, em Natal. Várias categorias discutiram o avanço da criminalidade no estado e a violência contra os operadores do sistema.
 
O SINPOL-RN, um dos integrantes do Fórum dos Servidores da Segurança Pública, esteve presente no ato representando os policiais civis. 
 
"Diante desse quadro estarrecedor de insegurança que se encontra o Rio Grande do Norte e diante dos recentes casos de violência covarde contra colegas policiais, nós precisamos mostrar nossa união e nossa força para cobrar providências das autoridades. Ou fazemos algo agora para reverter essa situação ou amanhã qualquer um de nós aqui pode ser a vítima da vez", falou Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.
 
Somente neste ano, 14 policiais militares foram assassinados no RN. "O Governo alega que são casos isolados e que não há perseguição aos policiais. Mas, na verdade, nós que somos os operadores do sistema de Segurança Pública sabemos muito bem que o crime está organizado e está nos caçando e colocando nossas cabeças a prêmio".
 
Durante a assembleia realizada nesta manhã, os representantes de sindicatos e associações que integram o Fórum apresentaram uma lista de propostas que serão apresentadas pelo Foseg ao Governo do Estado. 
 
No documento constam pontos como criação de uma força tarefa unificada com operadores de vários segmentos (PM, Polícia Civil, Polícia Federal, Sistema Penitenciário, Guardas Municipais, Polícia Rodoviária Federal e Agentes de Trânsito), inclusive, com a formação de um gabinete de investigação.
 
Outros pontos propostos é a devolução de todos os policiais que estão cedidos a outros poderes ou que estejam em desvio de função, intervenção policial nos locais apontados como manchas criminais, planejamento estratégico, reforço na segurança dos presídios com aquisição de equipamentos tecnológicos, bem como implantação de acompanhamento psicossocial dos policiais e seus familiares, em especial os afetados pela violência.
 
O Foseg também sugere a retirada imediata de PMs das guaritas dos presídios, o que implicaria no aumento de imediato de 600 policiais disponíveis para patrulhamento nas ruas. 
 
Os operadores da Segurança Pública do RN também definiram que, na próxima quinta-feira, dia 13 de julho, vão realizar novo ato público, desta vez no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, a partir das 12h.
 
O Foseg-RN é composto por: Associação dos Cabos e Soldados da PM do RN (ACSPM/RN), Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares (Asspmbm/RN), Associação dos Bombeiros Militares do RN (ABM/RN), Sindicato dos Policiais Federais (Sinpef-RN), Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais (Sinprf-RN), Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol-RN), Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN (Sindasp-RN), Sindicato dos Guardas Municipais do Natal (Sindguardas-RN) e representantes dos Agentes de Trânsito da STTU (AGT-Brasil).

Galeria de Fotos

PARCEIROS
PARCEIROS

Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN - SINPOL/RN

Natal: Av. Rio Branco, 825 - Cidade Alta - CEP 59025-003Telefone: (84) 3344-4990 | (84) 3344-4991 | (84) 3344-4992 | (84) 3222-7779

Mossoró: Rua Adauto Pinheiro, Nº 134 - Nova Betânia - CEP 59603-180Telefone: (84) 3316-5636

Horário de funcionamento: 08h às 12h | 14h às 18h